Início > Canal Pró-Criar > Síndrome do Hiperestímulo Ovariano e reprodução assistida

Canal Pró-Criar


Busca por tópico

Carregando...

Síndrome do Hiperestímulo Ovariano e reprodução assistida
Textos Médicos 05/09/2013

Disponível em

Entre em Contato

Fale Conosco
Agende Consulta
É a resposta exagerada do ovário à estimulação ovariana. Normalmente as pacientes que se submetem a qualquer tipo de indução da ovulação com medicamentos sejam orais ou injetáveis produzem um certo número de óvulos. Algumas destas apresentam uma resposta idiossincrática a
estas medicações e respondem produzindo um número exagerado de óvulos levando a alguns sinais e sintomas tais como acúmulo de líquido na pelve, aumento expressivo dos ovários, desconforto abdominal, náuseas e vômitos. Nos casos mais graves pode ser necessário a internação da paciente para controle mais adequado.
Ocorre entre 0,6% - 10% nos ciclos de tratamento em fertilização in vitro sendo que a forma severa ocorre em 0,5 – 2% destes mesmos ciclos. Há critérios já estabelecidos de classificação em formas leve, moderada, severa e crítica com medidas de prevenção e tratamento
para cada forma, sendo necessário internação hospitalar em casos raros.
As pacientes mais jovens e aquelas portadoras de Síndrome dos Ovários Policísticos (SOP) apresentam um risco maior de desenvolver esta Síndrome. É muito importante, antes de se iniciar a indução da ovulação, se realizar um ultra som transvaginal para contagem dos folículos iniciais ou antrais.



Curta a nossa página

Acompanhe as novidades na página do Facebook

Veja nosso vídeo Institucional

Conheça a PRÓ-CRIAR

Belo Horizonte
(31) 3292-5299 / (31) 2533-3800
Juiz de Fora
(32) 3216-5092
Pouso Alegre
(35) 3422-9302
Desenvolvido por ACESSOWEB DESIGN