Início > Criopreservação > Preservação de Gametas Masculinos

Canal Pró-Criar


Busca por tópico

Carregando...

Preservação de Gametas Masculinos

Disponível em

Belo Horizonte

(31) 3292.5299

Juiz de Fora

(32) 3216.5092

Pouso Alegre

(35) 3422.9302

Entre em Contato

Fale Conosco
Agende Consulta
A preservação dos gametas masculinos consiste na possibilidade de congelar os espermatozoides para uso no futuro em diversas situações e com diferentes propósitos.

A Pró-Criar realiza o congelamento de sêmen nas seguintes situações:
  • Conveniência: caso haja possibilidade da ausência do homem no dia da realização da técnica de reprodução assistida, pode-se optar pelo congelamento prévio de uma amostra de sêmen, evitando assim a necessidade da presença do parceiro;
  • Pré-vasectomia: alguns homens optam por manter amostras de sêmen congeladas antes de realizarem a vasectomia, tornando possível a realização de técnicas de reprodução assistida caso desejarem;
  • Pré-quimioterapia: a quimioterapia pode prejudicar em graus variáveis a produção de espermatozoides. A decisão sobre o congelamento de sêmen e sobre o número de amostras congeladas deve ser tomada em conjunto com o paciente e com o médico oncologista. Quando os tratamentos já se iniciaram, as alterações na produção de espermatozoides intensificam-se e o resultado da autoconservação pode ficar bastante comprometido;
  • Câncer de testículo: o congelamento de sêmen possibilita a realização de técnicas de reprodução assistida nos casos indicados. Quando os tratamentos já se iniciaram, as alterações na produção de espermatozoides se intensificam e o resultado da autoconservação pode ficar bastante comprometido;
  • Material obtido através de biópsia testicular ou punção de epidídimo: nos casos de azoospermia (ausência de espermatozoides no ejaculado), alguns homens são submetidos a uma biópsia testicular ou punção de epidídimo para verificar a presença de espermatozoides. Caso positivo, os espermatozoides podem ser congelados para utilização em técnicas de fertilização assistida;
É importante informar aos candidatos a esse tipo de tratamento, que caso as amostras venham a ser utilizadas no futuro, o método mais indicado é a fertilização in vitro com Micromanipulação (FIV-ICSI) e não a inseminação intrauterina, como muitos pensam ou mesmo advogam.

Se a fertilidade masculina não ficar comprometida após o tratamento, as amostras devem ser descartadas após autorização do paciente, já que, segundo as normas da Pró-Criar, elas só podem ser utilizadas pelo próprio paciente e não podem ser doadas para terceiros.

Normas Éticas

Conselho Federal de Medicina – Resolução CFM n° 1.358/92
V – Criopreservação de gametas ou pré-embriões
1 – As clínicas, centros ou serviços podem criopreservar espermatozoides, óvulos e pré-embriões.
2 – O número total de pré-embriões produzidos em laboratório será comunicado aos pacientes, para que decida-se quantos pré-embriões serão transferidos a fresco, devendo o excedente ser criopreservados, não podendo ser descartado ou destruído.
3 – No momento da criopreservação, os cônjuges ou companheiros devem expressar sua vontade, por escrito, quanto ao destino que será dado aos pré-embriões criopreservados, em caso de divórcio, doenças graves ou de falecimento de um deles ou de ambos, e quando desejam doá-los.
 



Curta a nossa página

Acompanhe as novidades na página do Facebook

Veja nosso vídeo Institucional

Conheça a PRÓ-CRIAR

Belo Horizonte
(31) 3292-5299 / (31) 2533-3800
Juiz de Fora
(32) 3216-5092
Pouso Alegre
(35) 3422-9302
Desenvolvido por ACESSOWEB DESIGN