Início > Procedimentos > Histeroscopia com Múltiplas Biópsias

Histeroscopia com Múltiplas Biópsias

Trata-se de exame com o objetivo de visualizar o canal endocervical e a cavidade endometrial, especificamente para avaliar a existência de lesões dentro do útero, muitas vezes não mostradas na ultrassonografia e que comprometem a gravidez ou mesmo atrapalham o sucesso das técnicas de reprodução assistida.

Com o aprimoramento tecnológico e o melhor treinamento dos profissionais especializados em ginecologia endoscópica, este método tornou-se uma opção para diagnosticar alterações intrauterinas, como pólipos, miomas, sinéquias (aderências), capazes de ocasionar disfunções uterinas, que levam a uma gama de sintomas e sinais, tais como cólicas, sangramentos fora do período menstrual, ausência de sangramento, além de provocarem infertilidade.

Mais recentemente, muito se tem estudado sobre a realização de múltiplas biópsias endometriais, com o objetivo de provocar injúria neste tecido, no ciclo que antecede as técnicas de alta complexidade de utilizadas em reprodução humana (FIVICSI). Estudos mais recentes, incluindo metanálises publicadas em revistas bem conceituadas especializadas em reprodução humana, têm demonstrado, em pacientes submetidas à técnicas de reprodução humana de alta complexidade (FIVICSI), taxas de gravidez clínica 2,5 vezes e de nascimento 2,2 vezes maior, quando comparadas à pacientes que não se submetem à injúria endometrial por biópsia.


Disponível em

Belo Horizonte

(31) 3292.5299

Juiz de Fora

(32) 3216.5092

Pouso Alegre

(35) 3422.9302

Entre em Contato

Fale Conosco
Agende Consulta
Etapas Preparo Pós Procedimento Dúvidas Frequentes
Este exame é realizado no bloco cirúrgico. Em posição ginecológica, passa-se o espéculo (aparelho similar ao utilizado na coleta do “exame preventivo do colo uterino”) e faz-se a higienização da cavidade vaginal e do colo uterino com antisséptico.  Em seguida, aplica-se anestesia local sobre o colo uterino e mede-se e cavidade uterina. Introduz-se então, o aparelho de histeroscopia com uma óptica de diâmetro pequeno e que não demanda dilatação do colo do útero. Com um sistema de irrigação propiciado pelo aparelho, instila-se soro fisiológico na cavidade endometrial para possibilitar a dilatação do útero e visualização de seu interior, permitindo-se a documentação de toda anatomia do canal cervical, do istmo, do corpo e fundo uterinos, incluindo-se a visão dos orifícios de implantação das tubas uterinas (óstios tubários).

Na sequência, retira-se o aparelho de histeroscopia diagnóstica e introduz-se uma delicada pinça de biópsia (Cateter de Pipelle), com o objetivo de serem realizadas múltiplas biópsias endometriais e facilitar o processo de implantação após a transferência embrionária.

O material retirado na biópsia endometrial, apesar de não ser o principal objetivo do exame, deverá ser encaminhado a um laboratório de anatomia para sua posterior análise.



Curta a nossa página

Acompanhe as novidades na página do Facebook

Veja nosso vídeo Institucional

Conheça a PRÓ-CRIAR

Belo Horizonte
(31) 3292-5299 / (31) 2533-3800
Juiz de Fora
(32) 3216-5092
Pouso Alegre
(35) 3422-9302
Desenvolvido por ACESSOWEB DESIGN