Início > Tratamentos > Biópsia Microcirúrgica (Micro TESE)

Biópsia Microcirúrgica (Micro TESE)

Indicação

Disponível em

Belo Horizonte

(31) 3292.5299

Juiz de Fora

(32) 3216.5092

Pouso Alegre

(35) 3422.9302

Entre em Contato

Fale Conosco
Agende Consulta
Descrição Chances Etapas Mitos e Verdades Dúvidas Frequentes Emocional Depoimentos
A Microdissecção Testicular (Micro-TESE) é tem como objetivo a retirada de espermatozóides para a realização de fertilização in vitro ou mesmo para congelamento de gametas. É indicada em casos de azoospermia não-obstrutiva, ou seja, quando o motivo da ausência de espermatozóides é a produção insuficiente destes gametas pelo testículo.Se a retirada de gametas tiver como objetivo a fertilização, a retirada deverá ser sincronizada com o ciclo de FIV.

Trata-se da dissecção do tecido testicular com auxílio de um microscópio cirúrgico com aumento de até 25X com o intuito de encontrar túbulos seminíferos mais dilatados e brancacentos onde a produção de espermatozóides pode estar ocorrendo. Este túbulo é removido e, após preparo, o material é entregue a uma bióloga ainda na sala cirúrgica para avaliar a presença ou não de espermatozóides. O processo é repetido até que se encontre gametas suficientes para a fertilização in vitro. Em diversos casos, deve-se dissecar os dois testículos até que se encontre os espermatozóides.

O processo da Micro-TESE é trabalhoso e longo, mas tem como recompensa o encontro de espermatozóides suficientes para a ICSI em 50% a 60% dos pacientes.

Vantagens:
  • É confiável, pois é o melhor método para aqueles casos de azoospermia não-obstrutiva
  • O material retirado é “limpo”, ou seja, livre de células de sangue
 
Desvantagens:
  • Custo mais alto
  • É um procedimento cirúrgico aberto, ou seja tem uma incisão do escroto
  • Necessidade de internação em regime de hospital-dia
  • Necessidade de anestesia do tipo bloqueio (raqui ou peridural) ou anestesia geral
  • Requer cirurgião com experiência e habilidade microcirúrgica
 

  1. Discussão de todas as alternativas
  2. Realização de exames pré-operatórios
  3. Sincronizar procedimento com a punção ovariana, no caso de fertilização in vitro
  4. Definição do dia do procedimento
  5. Internação e realização do procedimento
  6. Conduta pós-operatória

Curta a nossa página

Acompanhe as novidades na página do Facebook

Veja nosso vídeo Institucional

Conheça a PRÓ-CRIAR

Belo Horizonte
(31) 3292-5299 / (31) 2533-3800
Juiz de Fora
(32) 3216-5092
Pouso Alegre
(35) 3422-9302
Desenvolvido por ACESSOWEB DESIGN